Pesquisar

Nova Edição

Distribuição Gratuita
ISSN :2764-5304

A ameaça oculta: o perigo do gelo em altitude e sua importância na segurança do voo

LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Facebook

O voo é uma das formas de transporte mais seguras que existem, entretanto permite pouca margem para erros. Condições meteorológicas adversas, como o acúmulo de gelo em altitude, representam um grave perigo para a aviação. Este artigo explora os riscos associados ao gelo em voo e a importância de medidas de segurança para mitigar esses perigos.

Os Perigos do Gelo em Altitude.
O acúmulo de gelo nas superfícies de uma aeronave pode resultar em mudanças significativas na aerodinâmica, aumentando o peso e alterando a forma das asas, estabilizadores e outras áreas críticas. Isso afeta a capacidade da aeronave de manter o voo estável e pode levar à perda de sustentação, resultando em condições de voo perigosas ou até mesmo em acidentes.

Impacto na Segurança do Voo.
A presença de gelo em altitude pode comprometer a capacidade da aeronave de manter o controle e a estabilidade. Os pilotos são treinados para lidar com condições de gelo, mas a prevenção é fundamental. Sistemas de desgelo e anti-gelo eficazes, juntamente com procedimentos de inspeção rigorosos, desempenham um papel crucial na segurança do voo.

Medidas de Segurança e Prevenção.
Para mitigar os riscos associados ao gelo e garantir a segurança do voo, a aplicação de fluido anti-ice é comum antes da decolagem em condições de gelo ou neve. O fluido anti-ice é projetado para evitar a formação de gelo nas superfícies da aeronave, o que pode afetar negativamente o desempenho e a segurança. Isso é uma prática padrão para a preparação pré-voo em condições climáticas adversas. Além disso, o uso de sistemas de anti-gelo de asa (wing anti-ice) e anti-gelo de motor (engine anti-ice) é crucial para prevenir o acúmulo de gelo em superfícies críticas da aeronave.

O wing anti-ice é projetado para evitar a formação de gelo nas asas, enquanto o engine anti-ice protege os motores contra o acúmulo de gelo. Esses sistemas funcionam de maneira a aquecer as superfícies relevantes, permitindo que o gelo que se acumula nelas derreta e evitando que mais gelo se forme. O uso adequado desses sistemas, de acordo com procedimentos e indicações do fabricante da aeronave, é essencial para garantir a segurança em condições de gelo ou em situações nas quais a presença de gelo é possível.

Os pilotos são treinados para compreender a operação e a importância desses sistemas, sabendo quando ativá-los e desativá-los, levando em consideração fatores como temperatura, umidade e a presença de nuvens ou precipitação. Em última análise, o uso eficaz desses sistemas contribui significativamente para evitar os perigos associados ao gelo em voo.

Foto: @aapsky

A ameaça representada pelo gelo em voo é uma preocupação constante na aviação. A compreensão dos perigos associados ao gelo em altitude e a implementação de medidas de segurança adequadas desempenham um papel vital na garantia de voos seguros. É crucial que pilotos, tripulações e equipes de manutenção estejam plenamente conscientes desses riscos e cumpram protocolos estabelecidos para garantir a segurança em todas as fases do voo, fazendo da aviação o modal de transporte mais seguro.

Autor: Marcelo TORRE
Comandante TRI | B737NG/MAX

https://www.linkedin.com/in/marcelo-torre/

Comentários

EM ALTA

Nesta semana, a Azul Conecta promoveu um evento de lançamento da Nova Pintura “Pantanal Azul” em alusão ao Centro-Oeste brasileiro. As novas cores do Cessna 208B Grand Caravan matriculado pelo código PT-MEO que foi apresentado no Hangar da Azul Conecta em Jundiaí.

Leia Mais
ASAS ROTATIVAS
plugins premium WordPress