Pesquisar

Nova Edição

Distribuição Gratuita
ISSN :2764-5304

Airbus Testa com Sucesso Nova Interface Homem-Máquina para Helicópteros

LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Facebook

A Airbus realizou com sucesso testes de uma nova interface homem-máquina (HMI) simplificada e recursos avançados autônomos por meio do projeto Vertex.

A Airbus alcançou um marco significativo ao testar com sucesso uma nova interface homem-máquina simplificada e recursos autônomos avançados no projeto Vertex. Desenvolvidas pela Airbus UpNext, essas tecnologias buscam melhorar a eficiência operacional, reduzir a carga de trabalho dos pilotos e aumentar a segurança durante os voos de helicóptero. Essas tecnologias, desenvolvidas pela Airbus UpNext, são controladas por um tablet touchscreen e visam simplificar a preparação e gestão de missões, reduzir a carga de trabalho dos pilotos de helicópteros e aumentar ainda mais a segurança.

O FlightLab da Airbus Helicopters voou totalmente automatizado, cobrindo desde a decolagem, táxi, decolagem, cruzeiro, aproximação até o pouso durante um teste de voo de uma hora, seguindo uma rota predefinida. Durante o voo, o piloto monitorou o sistema, capaz de detectar obstáculos imprevistos e recalcular automaticamente uma rota de voo segura. Sempre que necessário, o piloto pode facilmente anular os controles por meio do tablet e retomar a missão posteriormente. Os testes ocorreram de 27 de outubro a 22 de novembro nas instalações da Airbus Helicopters em Marignane, França.

Foto: Airbus

“Essa demonstração bem-sucedida de um voo totalmente autônomo, desde a decolagem até o pouso, é um grande passo em direção à redução da carga de trabalho do piloto e à HMI simplificada que a equipe de Mobilidade Aérea Urbana da Airbus pretende implementar no CityAirbus NextGen. Isso também pode ter aplicações imediatas para helicópteros em voos de baixa altitude próximos a obstáculos, graças às informações fornecidas pelos lidares a bordo”, afirmou Michael Augello, CEO da Airbus UpNext.

A Airbus Helicopters continuará a aprimorar as diferentes tecnologias que compõem o Vertex: sensores e algoritmos baseados em visão para consciência situacional e detecção de obstáculos; fly-by-wire para piloto automático aprimorado; e uma interface avançada homem-máquina, na forma de um tablet touchscreen e um display usado na cabeça, para monitoramento e controle durante o voo.

Os testes bem-sucedidos do Vertex representam um avanço significativo na busca da Airbus por tecnologias que simplifiquem e aprimorem a experiência de voo de helicóptero. A implementação bem-sucedida da interface homem-máquina simplificada e recursos autônomos destaca o compromisso da Airbus com a inovação e a segurança na aviação.

Tome Nota

A Airbus mais uma vez se destaca na vanguarda da inovação aeronáutica com o projeto Vertex. A capacidade de realizar voos totalmente autônomos, combinada com uma interface simplificada, promete transformar não apenas os helicópteros urbanos, mas também os voos em ambientes desafiadores. O uso de tecnologias avançadas, como lidar e sensores baseados em visão, abre portas para aplicações diversas, desde o transporte urbano até operações de baixa altitude em áreas complexas. Este avanço destaca o compromisso contínuo da Airbus em moldar o futuro da aviação autônoma.

Comentários

EM ALTA

Nesta semana, a Azul Conecta promoveu um evento de lançamento da Nova Pintura “Pantanal Azul” em alusão ao Centro-Oeste brasileiro. As novas cores do Cessna 208B Grand Caravan matriculado pelo código PT-MEO que foi apresentado no Hangar da Azul Conecta em Jundiaí.

Leia Mais
ASAS ROTATIVAS
plugins premium WordPress