Pesquisar

Nova Edição

Distribuição Gratuita
ISSN :2764-5304

Drones na logística: agilidade e eficiência na entrega de encomendas

LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Facebook

A autorização da ANAC para o uso de drones em entregas comerciais no Brasil marcou um avanço na logística do país. Apesar de limitações iniciais, como a capacidade de carga de até 2,5 kg num raio de 3 km, essa decisão promete revolucionar o setor, trazendo agilidade e redução de custos para empresas e consumidores.

Desde a autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para o uso de drones em entregas comerciais no Brasil, em janeiro de 2022, o cenário logístico nacional tem passado por uma transformação considerável, mas acanhada na prática. A adoção dessa tecnologia, inicialmente representada pelo modelo DLV-1 NEO, estabeleceu novos modelos de negócio para entregas de encomendas leves que pode ser um laboratório para escalonar este modelo de logística aérea. Embora os drones estejam limitados a uma capacidade de carga de 2,5 kg e um raio de 3 km, seu potencial para otimizar as entrega de pequenos volumes com agilidade e sem a emissão de carbono é inegável. Além disso, o uso de drones não se restringe apenas à entrega de encomendas, mas se estende à gestão e monitoramento de operações em diversos setores econômicos, promovendo eficiência e redução de custos.

Drone DLV-1 NEO poderá operar comercialmente em voos BVLOS em um raio de 3 km, carregando cargas de até 2,5 kg

Perspectivas do uso dos drones na logística:
Os drones representam uma solução inovadora para o desafio do “last mile” na logística. Equipados com GPS e sensores avançados, em tese, essas aeronaves não tripuladas podem navegar por áreas urbanas evitando congestionamentos e outros obstáculos. Sua capacidade de voar em linha reta e acessar áreas de difícil acesso possibilita a entrega rápida e eficiente mesmo em locais remotos. Essa tecnologia não apenas reduz os custos de entrega, mas também melhora a experiência do cliente ao diminuir significativamente o prazo de entrega.

Robôs na Intralogística:
Enquanto isso, os robôs têm desempenhado um papel fundamental na intralogística, automatizando tarefas dentro de armazéns e centros de distribuição. Esses equipamentos podem transportar e movimentar mercadorias de forma autônoma, seguindo rotas pré-determinadas e evitando colisões. Integrados a sistemas de gestão, os robôs oferecem um controle preciso do estoque, otimizando o fluxo de trabalho e reduzindo os custos operacionais com a ajuda de inteligência artificial.

Foto: The Lazy Artist

Drone não é um brinquedo!

A tecnologia integrada nos drones tem se desenvolvido a cada dia, mas não pense que fazer um drone voar do ponto A até o ponto B seja uma tarefa fácil. Diferente do que muitos pensam o drone não é um brinquedo, mas se trata de uma aeronave remotamente pilotada. Para tanto existem diversas legislações que devem ser respeitadas, o que inclui a aprovação de um plano de voo pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA). Além disso essas aeronaves precisam de registro para uso profissional e um Seguro Aeronáutico RETA para atividades comerciais.

A autorização da ANAC para o uso de drones em entregas comerciais no Brasil foi o primeiro passo, no entanto a indústria ainda encontra dificuldades para colocar este modelo de negócio em prática. Assim que aprovada, a notícia se espalhou rapidamente pela internet sendo a empresa Ifood a precursora deste tipo de serviço. Entretanto, na realidade, estas ações não progrediram desde então, o que não significa que este tipo de logística não seja promissora, mas que precisa ser implantada com segurança seguindo todas as legislações vigentes. Para tanto somente com o tempo as empresas vão se adequando e construindo modelos de negócios sustentáveis. Os desafios são evidentes, mas o potencial para criar soluções em logísticas aérea são ainda maiores.

Comentários

YOUTUBE
INSTAGRAM
DESTAQUE
EM ALTA

Essa iniciativa representa um avanço na capilaridade das rotas latino americanas, fato que coloca a Azul Linhas Aéreas em posição de destaque no cenário turístico Sul Americano.

Leia Mais
ASAS ROTATIVAS
plugins premium WordPress