Pesquisar

Nova Edição

Distribuição Gratuita
ISSN :2764-5304

Surf Air adia certificação de sistema elétrico de propulsão para aeronaves Caravan C208

LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Facebook

A start-up de aviação regional Surf Air Mobility revisou sua data-alvo para a certificação de seu sistema de propulsão elétrico conhecido como powertrain, que se encontra em desenvolvimento. O projeto da Surf Air Mobility prevê o desenvolvimento de tecnologias limpas para substituir motores a combustão presentes em aeronaves regionais. A ideia é substituir o motor Pratt & Whitney Canada PT-6 por motores elétricos.

A Surf Air Mobility, empresa de aviação regional, está adiando sua meta de certificar seu powertrain elétrico para suas aeronaves até 2027, um ano além do previsto inicialmente. O CEO da empresa, Stan Little, destacou a importância do desenvolvimento dessa tecnologia avançada de propulsão, fundamental para a estratégia de negócios da Surf Air, que visa eletrificar suas frotas existentes e futuras de Cessna Grand Caravans.

O CEO Stan Little explicou que o atraso se deve à disponibilidade limitada de componentes certificados para o powertrain elétrico. Apesar disso, a empresa continua confiante em ser a primeira no mercado com uma aeronave comercial regional elétrica. A Surf Air está fazendo progressos no desenvolvimento de sistemas de propulsão híbridos e totalmente elétricos para as Grand Caravans, em parceria com AeroTec, MagniX e Textron.

Cabe ressaltar que a empresa celebrou um memorando de entendimento (“MOU”) com Azul Linhas Aéreas, sobre a implantação comercial do Cessna Caravan elétrico dentro da frota da subsidiária Azul Conecta. A Azul será a primeira empresa a operar este tipo de tecnologia na América Latina, fato que dará a empresa aérea brasileira um destaque no cenário mundial dada a importância de atuar na aviação regional com práticas de sustentabilidade.

Foto: Guilherme

Resultados Financeiros da Surf Air Mobility

A empresa relatou um prejuízo de $251 milhões em 2023, atribuído parcialmente aos custos iniciais de projetos de eletrificação da frota, o que inclui investimentos em pesquisa e desenvolvimento para sistemas para motores elétricos e software, compensação baseada em ações, impairment, custos de transação e outros itens não recorrentes. Em contra partida registrou um aumento significativo na receita em comparação com o ano anterior, indicando uma demanda crescente por soluções de aviação mais sustentáveis. (Reports_Financial_Results_for_Fourth_Quarter_and_Full_Year_Ended_December_31_2023)

Editorial

A Surf Air Mobility continua empenhada no desenvolvimento de tecnologias de propulsão avançadas, apesar dos desafios devido à disponibilidade limitada de componentes certificados. O adiamento da certificação reflete os desafios inerentes a implantação deste tipo de tecnologia na aviação. Diferentes de veículos terrestres, as aeronaves são máquinas que interagem com processos de desenvolvimento mais rígidos pela natureza de sua operação. Carros elétricos podem parar num acostamento e solicitar um guincho. Aeronaves voam e os sistemas trabalham de forma conjunta com redundâncias, pois a falha de um componente, outro precisa atuar para aeronave continuar seu voo com segurança. O mais importante é que a indústria está focada nas soluções e diversas empresas líderes no setor mostraram seu compromisso em introduzir no mercado de aviação regional com tecnologia elétrica.

Fonte: Surf Air Mobility

Texto: @luizcarlosaero

Comentários

EM ALTA

Nesta semana, a Azul Conecta promoveu um evento de lançamento da Nova Pintura “Pantanal Azul” em alusão ao Centro-Oeste brasileiro. As novas cores do Cessna 208B Grand Caravan matriculado pelo código PT-MEO que foi apresentado no Hangar da Azul Conecta em Jundiaí.

Leia Mais
ASAS ROTATIVAS
plugins premium WordPress