Pesquisar

Nova Edição

Distribuição Gratuita
ISSN :2764-5304

A História do US Coast Guard Dolphin: superando limites e salvando vidas

LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Facebook

Os arquivos da Guarda Costeira dos Estados Unidos relembram uma longa jornada de resgates impressionantes. Quando o mergulhador de resgate John Linnborn girou a manivela de içamento do H-65 apertando o torniquete de Slava e impediu que o homem sangrasse até a morte, ele desafiou todos os limites do que era possível. A perna de Slava deveria ter sido amputada após ser esmagada por um pistão; ele deveria ter sangrado até a morte. No entanto, ele a mantém até hoje. De certa forma, o helicóptero de recuperação de curto alcance H-65 do serviço também desafiou limites. Em quatro décadas com a USCG, o Dauphin continua a cumprir missões em ambientes que vão do Caribe ao Mar de Bering.

Fonte: Airbus

O US Coast Guard Dolphin, conhecido como H-65, emergiu como uma força vital no arsenal de busca e salvamento da Guarda Costeira dos Estados Unidos. Desde suas origens como uma aeronave de busca e salvamento (SAR) até sua evolução como uma plataforma multiuso, o H-65 tem uma história repleta de heroísmo e superação de desafios.

No início, o H-65 provou ser uma valiosa ferramenta de busca e salvamento em operações marítimas. Um exemplo disso é o resgate da tripulação do Gale Runner, uma embarcação desmastreada em uma tempestade, onde o piloto Paul Langlois voou em condições adversas para salvar vidas. Com a capacidade de içamento, o H-65 expandiu suas operações para incluir resgates em montanhas e operações no interior, como o resgate dramático de um alpinista preso em uma tempestade de neve no topo da Montanha Brother.

Fonte: Airbus

Durante as décadas de 1980 e 1990, o H-65 foi único em sua capacidade de operar em navios de médio porte, desempenhando um papel vital em patrulhas migratórias no Caribe e, especialmente, na patrulha das águas dos EUA no Mar de Bering. Um exemplo marcante foi o resgate dos sobreviventes de um cargueiro encalhado no Alasca, onde o piloto Tim Eason enfrentou condições extremas para salvar vidas.

Mais recentemente, o H-65 evoluiu para uma plataforma multiuso, sendo utilizado em missões de interceptação aérea e patrulhas de interdição de drogas, destacando-se em seu papel na proteção do espaço aéreo em torno de Washington D.C. e na missão do Esquadrão Tático de Interdição de Helicópteros (HITRON) para patrulhas de interdição de drogas.

Fonte: Airbus

Ao longo de sua história, o US Coast Guard Dolphin provou ser muito mais do que apenas um helicóptero de busca e salvamento. Sua versatilidade, desempenho e capacidade de se adaptar a uma variedade de missões o tornaram uma parte essencial das operações da Guarda Costeira dos Estados Unidos, salvando vidas e protegendo as águas e o espaço aéreo do país.

Fonte: Airbus

Texto Adaptado: @luizcarlosaero

Comentários

YOUTUBE
INSTAGRAM
DESTAQUE
EM ALTA

A Azul Linhas Aéreas anunciaram uma ação nacional para ajudar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.

Leia Mais
ASAS ROTATIVAS
plugins premium WordPress