Pesquisar

Nova Edição

Distribuição Gratuita
ISSN :2764-5304

Airbus assina contratos de 1,2 bilhão de euros para aumento de capacidade e suporte em serviço da frota francesa de A330 MRTT

LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Facebook

Getafe, Espanha – 23 de outubro de 2023

A Airbus Defence and Space assinou dois contratos no valor total de € 1,2 bilhão com a Direction générale de l’armement (DGA) e a Direction de la Maintenance Aéronautique (DMAé) da França para o Aprimoramento de Capacidade e o Suporte em Serviço da frota de A330 MRTTs (Multi Role Tanker Transport) franceses.

“Agradecemos ao Ministério das Forças Armadas da França pela confiança contínua na Airbus A330 MRTT e nos sentimos honrados em contribuir para uma das capacidades mais estratégicas da França por meio deste programa”, disse Jean-Brice Dumont, Chefe de Sistemas Aéreos Militares da Airbus Defence and Space. “Com essa nova capacidade da aeronave, estamos preparando o futuro ao transformar o MRTT em um nó de comunicações em voo, como o primeiro bloco de construção do Multi Role Tanker Transport do futuro, integrado ao Future Combat Air System (FCAS).”

Modernizando a Frota

O Contrato Padrão 2 prevê a extensão da capacidade dos MRTTs franceses, com foco na conectividade como um pilar fundamental e também nas capacidades de autodefesa. Com o objetivo de estar conectado em todas as circunstâncias, incluindo ambientes com interferência e condições meteorológicas extremas, a aeronave será equipada com a estação de satcom MELISSA.

Essas novas capacidades converterão o A330 MRTT francês em um nó de retransmissão de comunicações de alta largura de banda, com capacidades de comando e controle, e serão a pedra fundamental da integração do A330 MRTT na futura nuvem de combate aéreo dentro do FCAS.

A primeira aeronave a receber o Padrão 2 será o A330 MRTT No. 15, cuja conversão será realizada nas instalações militares da Airbus em Getafe. A previsão é que seja qualificado para a Força Aérea Francesa em 2028. Em seguida, a atualização para o Padrão 2 das 14 aeronaves A330 MRTT francesas restantes ocorrerá na Base Aérea de Istres, na França.

Suporte em serviço de 10 anos

O segundo contrato abrange o Suporte em Serviço da frota ‘Phénix’ por 10 anos, mais dois anos opcionais, na Base Aérea de Istres, sul da França, lar da 31ª Ala Estratégica de Reabastecimento e Transporte Aéreo. A Airbus, como contratante principal, juntamente com seus parceiros preferenciais na França, será responsável pela modernização da frota, manutenção, logística e suporte técnico para garantir a disponibilidade operacional das aeronaves. A equipe local da Airbus na França será duplicada para apoiar essas atividades.

Os serviços de suporte introduzidos sob esses contratos garantem um nível de disponibilidade, reatividade e resiliência compatível com os requisitos da Força Aérea Francesa e das Forças Aéreas Estratégicas. Isso inclui suporte para aeronaves implantadas fora da França.

Sob o apelido de ‘Phénix’, a Força Aérea e Espacial da França opera atualmente 12 A330 MRTTs, com mais de 18.000 horas de voo completadas. A França é a maior cliente do A330 MRTT com 15 unidades encomendadas.

Com 79 pedidos de 15 países, o A330 MRTT tem uma participação de mercado de 90% fora dos EUA e mais de 270.000 horas de voo.

“Agradecemos ao Ministério das Forças Armadas da França pela confiança contínua na Airbus A330 MRTT e nos sentimos honrados em contribuir para uma das capacidades mais estratégicas da França por meio deste programa”, disse Jean-Brice Dumont, Chefe de Sistemas Aéreos Militares da Airbus Defence and Space. “Com essa nova capacidade da aeronave, estamos preparando o futuro ao transformar o MRTT em um nó de comunicações em voo, como o primeiro bloco de construção do Multi Role Tanker Transport do futuro, integrado ao Future Combat Air System (FCAS).”

Contrato Padrão 2: Pedra fundamental do Multi Role Tanker Transport do futuro

O Contrato Padrão 2 prevê a extensão da capacidade dos MRTTs franceses, com foco na conectividade como um pilar fundamental e também nas capacidades de autodefesa. Com o objetivo de estar conectado em todas as circunstâncias, incluindo ambientes com interferência e condições meteorológicas extremas, a aeronave será equipada com a estação de satcom MELISSA.

Essas novas capacidades converterão o A330 MRTT francês em um nó de retransmissão de comunicações de alta largura de banda, com capacidades de comando e controle, e serão a pedra fundamental da integração do A330 MRTT na futura nuvem de combate aéreo dentro do FCAS.

A primeira aeronave a receber o Padrão 2 será o A330 MRTT No. 15, cuja conversão será realizada nas instalações militares da Airbus em Getafe. A previsão é que seja qualificado para a Força Aérea Francesa em 2028. Em seguida, a atualização para o Padrão 2 das 14 aeronaves A330 MRTT francesas restantes ocorrerá na Base Aérea de Istres, na França.

Suporte em serviço de 10 anos

O segundo contrato abrange o Suporte em Serviço da frota ‘Phénix’ por 10 anos, mais dois anos opcionais, na Base Aérea de Istres, sul da França, lar da 31ª Ala Estratégica de Reabastecimento e Transporte Aéreo. A Airbus, como contratante principal, juntamente com seus parceiros preferenciais na França, será responsável pela modernização da frota, manutenção, logística e suporte técnico para garantir a disponibilidade operacional das aeronaves. A equipe local da Airbus na França será duplicada para apoiar essas atividades.

Os serviços de suporte introduzidos sob esses contratos garantem um nível de disponibilidade, reatividade e resiliência compatível com os requisitos da Força Aérea Francesa e das Forças Aéreas Estratégicas. Isso inclui suporte para aeronaves implantadas fora da França.

Sob o apelido de ‘Phénix’, a Força Aérea e Espacial da França opera atualmente 12 A330 MRTTs, com mais de 18.000 horas de voo completadas. A França é a maior cliente do A330 MRTT com 15 unidades encomendadas.

Com 79 pedidos de 15 países, o A330 MRTT tem uma participação de mercado de 90% fora dos EUA e mais de 270.000 horas de voo.

Comentários

YOUTUBE
INSTAGRAM
DESTAQUE
EM ALTA

Essa iniciativa representa um avanço na capilaridade das rotas latino americanas, fato que coloca a Azul Linhas Aéreas em posição de destaque no cenário turístico Sul Americano.

Leia Mais
ASAS ROTATIVAS
plugins premium WordPress