Pesquisar

Nova Edição

Distribuição Gratuita
ISSN :2764-5304

Força Aérea Portuguesa planeja substituir F-16 por Lockheed Martin F-35 Lightning II

LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Facebook

O Chefe do Estado-Maior da Força Aérea Portuguesa, General João Cartaxo Alves, revelou detalhes sobre o plano da Força Aérea Portuguesa de substituir os F-16 pelo avião Lockheed Martin F-35 Lightning II, em uma entrevista ao jornal português Diário de Notícias, publicada em 12 de abril de 2024.

A Força Aérea Portuguesa está se preparando para uma transição em sua frota de caças, optando pelo avançado F-35 Lightning II da Lockheed Martin para substituir seus F-16. O General Cartaxo Alves destacou que essa decisão visa alinhar-se com a maioria dos aliados europeus que já iniciaram a transição para o F-35 como parte de seus esforços estratégicos.

Fonte: US Air Force

Durante a entrevista, o General Cartaxo Alves compartilhou informações sobre o progresso do treinamento de pilotos ucranianos para operar os F-16, destacando os desafios legais e logísticos envolvidos no processo. Ele explicou que Portugal não pode doar seus F-16, pois ainda precisa deles para cumprir seus compromissos operacionais até completar a transição para o F-35. No entanto, a Força Aérea Portuguesa continuará a treinar em outras áreas importantes, como controle de tráfego aéreo e manutenção de aeronaves.

Cartaxo Alves também enfatizou a necessidade de modernizar a frota de F-16, considerando sua idade e as demandas operacionais em evolução. Ele afirmou que a transição para o F-35 é crucial para o futuro da Força Aérea Portuguesa e que o processo de substituição dos caças durará aproximadamente duas décadas, com um investimento estimado de 5,5 bilhões de euros.

Além disso, a entrevista esclareceu a posição do governo português em relação à aquisição do F-35, destacando que, embora não haja um processo imediato de compra, Portugal está se preparando para se juntar à lista de nações que selecionaram o Lightning II para substituir seus F-16.

A decisão da Força Aérea Portuguesa de adotar o F-35 Lightning II marca um passo em direção à modernização de suas capacidades de defesa aérea. Com um planejamento cuidadoso e investimentos substanciais, Portugal está se preparando para garantir a segurança e a eficácia de suas operações aéreas nas décadas futuras.

Caracteristicas da aeronave:

Primary Function: Multirole fighter
Prime Contractor: Lockheed Martin
Power Plant: One Pratt & Whitney F135-PW-100 turbofan engine
Thrust: 43,000 pounds
Wingspan: 35 feet (10.7 meters)
Length: 51 feet (15.7 meters)
Height: 14 feet (4.38 meters)
Maximum Takeoff Weight: 70,000 pound class
Fuel Capacity: Internal: 18,498 pounds
Payload: 18,000 pounds (8,160 kilograms)
Speed: Mach 1.6 (~1,200 mph)
Range: More than 1,350 miles with internal fuel (1,200+ nautical miles), unlimited with aerial refueling
Ceiling: Above 50,000 feet (15 kilometers)
Armament: Internal and external capability. Munitions carried vary based on mission requirements.
Crew: One

Comentários

YOUTUBE
INSTAGRAM
DESTAQUE
EM ALTA

A Azul Linhas Aéreas anunciaram uma ação nacional para ajudar as vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul.

Leia Mais
ASAS ROTATIVAS
plugins premium WordPress