Pesquisar

Nova Edição

Distribuição Gratuita
ISSN :2764-5304

Embraer E2 da Azul Linhas Aéreas

Rasante do Embraer E2 da Azul na Base Aérea de Brasília

LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Facebook

Evento ocorreu neste domingo no tradicional Portões Abertos da Base Aérea de Brasília

Quem testemunhou o voo rasante do Embraer E2 da Azul Linhas Aéreas na manhã do último domingo na Base Aérea de Brasília pode ter visto algo mais do que apenas uma nova, elegante e diferente fuselagem. Os mais nostálgicos ignoraram as diferenças de tamanho e velocidade entre as aeronaves e, por alguns segundos, puderam avistar no lugar do Embraer o 14-bis e o pai da aviação, ambos desbravando os céus mais uma vez.

A reação não poderia ser outra. A maior companhia aérea brasileira em número de voos e cidades atendidas planejou uma homenagem a Santos Dumont, o pai da aviação, que fez decolar um voo cheio de simbolismo, entre os mais de mil voos programados para o dia.

O voo, estrategicamente numerado como AD 150 e identificado pelos controladores de tráfego aéreo como “Azul Dumont”, partiu ontem do Aeroporto de Viracopos, em Campinas, às 8h00, e pousou em Brasília por volta das 9h30. Após duas passagens baixas para demonstrar a aeronave às milhares de pessoas presentes, foi realizada uma cerimônia de batismo. A aeronave da Azul, que agora ostenta a imagem e a famosa assinatura “Santos=Dumont”, como ele gostava de enfatizar a brasilidade do nome, apesar de sua ascendência francesa, celebra os 150 anos de nascimento do brasileiro que inventou o avião e passa a integrar a frota da companhia aérea mais brasileira do país. A escolha do Embraer E2 também não foi por acaso, já que a Azul é a única companhia aérea a voar com aeronaves de fabricação brasileira no país.

Para Fábio Campos, diretor de Relações Institucionais da Azul e um dos pilotos desse histórico voo, está no DNA da companhia, há quase 15 anos, transformar a história da aviação brasileira. Por isso, a Azul não poderia deixar de homenagear o brasileiro que revolucionou a história da aviação no mundo. “Somos a única aérea com uma frota diversificada capaz de conectar o maior número de cidades brasileiras com o mundo. Isso nos enche de orgulho, pois sabemos que, além de levar as pessoas para seus destinos, também podemos transportar conexões e histórias. Neste caso, com o Santos=Dumont no ar, queremos ressaltar a importância do Brasil para o setor”, comemora.

Com o logotipo em homenagem aos 150 anos de Santos Dumont criado pela Força Aérea Brasileira (FAB), o batismo do Embraer E2 da Azul contou com a presença de muitos convidados, incluindo o Tenente-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno, Comandante da Aeronáutica. Damasceno elogiou a iniciativa e também destacou a importância de contar com a parceria de uma companhia aérea tão ativa no país para levar essa homenagem a todos os cantos do Brasil e do mundo.

“Neste ano, a Força Aérea Brasileira celebra os 150 anos de Alberto Santos Dumont com entusiasmo, organizando mais de 370 eventos em sua honra. Este visionário revolucionou a aviação mundial, abrindo caminho para o mundo que conhecemos hoje. É emocionante ver que, além de nós da Força Aérea, a Azul Linhas Aéreas se juntou a essa comemoração, realizando uma pintura personalizada do pai da Aviação em uma de suas aeronaves. Todos estamos unidos em uma justa homenagem a esse grande pioneiro”, destaca o Comandante da Aeronáutica.

Comentários

YOUTUBE
INSTAGRAM
DESTAQUE
EM ALTA

Essa iniciativa representa um avanço na capilaridade das rotas latino americanas, fato que coloca a Azul Linhas Aéreas em posição de destaque no cenário turístico Sul Americano.

Leia Mais
ASAS ROTATIVAS
plugins premium WordPress