Pesquisar

Nova Edição

Distribuição Gratuita
ISSN :2764-5304

Sikorsky SH-16: O Helicóptero antissubmarino da Marinha do Brasil

LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Facebook

Os helicópteros Sikorsky S-70B, derivados do SH-60 SEAHAWK da Marinha dos EUA, foram construídos para as Forças Armadas dos EUA e atualmente desempenham um papel importante no arsenal de guerra da Marinha do Brasil. Equipadas com tecnologia de ponta, essas aeronaves são fundamentais para operações antissubmarino (ASW) e antissuperfície (ASuW), destacando-se por sua versatilidade e eficácia em missões táticas navais.

Desde sua introdução na Marinha do Brasil a partir de 2012, os helicópteros SH-16 têm desempenhado um papel estratégico nas operações navais. Fabricados pela Sikorsky Aircraft Corporation na década de 70, essas aeronaves representam o que há de mais moderno em tecnologia aeronáutica, oferecendo uma ampla gama de capacidades para enfrentar ameaças submarinas e de superfície. São projetos tecnológicos que desenvolveram grandes capacidades ao longo dos anos e nos dias atuais são verdadeiras armas de guerra.

Foto: LUIZ OTAVIO MAIA JR

De acordo com a Marinha do Brasil, a aeronave está equipada com uma variedade de sistemas, dispositivos, sensores e armas, são eles: Unidade de Alimentação Auxiliar em voo (APU) para partida sem fonte externa; Sistema Antigelo para voos mais seguros em condições adversas; Sistema de Extinção de Incêndio; Sistema de Controle de Temperatura da Aeronave (ECS); Sistema de Controle Automático de Voo (AFCS); Piloto Automático ou Diretor de Voo (FD); tomada de reabastecimento em voo (HIFR); Aviônicos de última geração com configuração necessária para voos por instrumentos, totalmente compatível com a utilização de Night Vision Goggles (NVG ou OVN), possuindo ainda quatro Multi Functional Display (MFD) no cockpit dos pilotos para as versões mais novas.

Foto: LUIZ OTAVIO MAIA JR

Os SH-16 também possui motores turbo eixo de saída frontal T700-GE-401C, fabricados pela General Electric Company, com as seguintes características: potência máxima contínua de 1.662 cavalos de potência no eixo (SHP); uma potência intermediária de 1.800 SHP por 30 minutos; e uma potência de contingência de 1.940 SHP, disponível durante 2,5 minutos. Além disso, possuem um sonar ativo de baixa frequência e armamento ASW como o torpedo MK-46 Mod 5A.

Para enfrentar ameaças de superfície, essas aeronaves utilizam recursos como o radar de busca de superfície AN/APS-143C da Telephonics e o sistema optrônico EOSS da RAYTHEON. Com capacidade de realizar missões noturnas e identificar alvos com precisão, os SH-16 são essenciais para operações de esclarecimento e patrulha naval.

Foto: LUIZ OTAVIO MAIA JR

A capacidade de operar 24 horas por dia e a autonomia estendida desses helicópteros aumentam sua eficácia em missões de longo alcance, tornando-os valiosos ativos para a Marinha do Brasil. Além disso, sua capacidade de gravação de áudio e vídeo, juntamente com sistemas de gerenciamento de dados de missão, proporciona uma maior consciência situacional e facilita o controle de operações táticas.

Foto: LUIZ OTAVIO MAIA JR

Editorial

Os helicópteros SH-16 representam a capacidade operacional da Marinha do Brasil no emprego das ações de defesa em missões aeronavais. A aeronave oferece uma combinação de tecnologia avançada, versatilidade e eficácia em missões antissubmarino e antissuperfície. Com sua presença nas frotas navais, em especial no Navio-Aeródromo Multipropósito Atlântico (NAM “Atlântico”), tem desempado um papel estratégico em fornecer a Marinha do Brasil capacidades operacionais nunca vistas na América Latina. Sua presença na frota fortalece o poder de persuasão frente aos desafios de proteger a costa brasileira tão extensa contra ameaças que colocam em risco os interesses do país.

Agradecimentos

A fonte usada neste artigo está presente na Revista Passadiço da Marinha do Brasil e as fotos do nosso amigo Luiz Otávio.

Link da Revista:

https://portaldeperiodicos.marinha.mil.br/index.php/passadico/issue/view/390/19

Comentários

EM ALTA

Nesta semana, a Azul Conecta promoveu um evento de lançamento da Nova Pintura “Pantanal Azul” em alusão ao Centro-Oeste brasileiro. As novas cores do Cessna 208B Grand Caravan matriculado pelo código PT-MEO que foi apresentado no Hangar da Azul Conecta em Jundiaí.

Leia Mais
ASAS ROTATIVAS
plugins premium WordPress